quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Tarot e Dianismo



A consulta aos Oráculos é parte como não poderia deixar de ser, da prática Diânica proposta por Zsuzsana Budapest, a leitura por ela instrumentada se distancia um pouco daquela dita tradicional, pois Arcanos com cunho patriarcal dentro da visão diânica adquirem uma apreensão feminista, matriztica.

A Lua, nesta abordagem, é especial ao meu ver, ela é exatamente aquilo que eu, como fêmea, Theateísta entendo esse lúdico Arcano.
A seguir em tradução minha o trecho onde ZZ Budapest apresenta seu modo de ler, ver e interpretar os Arcanos Maiores do Tarot.

Divido o texto em módulos ou partes, aqui a parte 1.

O Mago
Talento psíquico para quem consulta o tarot. Caso a pessoa seja uma bruxa, indica um bom momento para realizar feitiços ou dominar forças psíquicas. Os valores matriarcais superam aos patriarcais.

A Suma Sacerdotisa
Transparência na moral. Saber o que é bom ou não para si. Ensinamentos da Deusa mediante sonhos; alguma mulher espiritual que poderá influir ao consulente; ensinamentos diânicos [orientação lunar dentro da espiritualidade]; orientação feminina. A pessoa se leva muito a serio e confia no seu poder de julgamento.

A Imperatriz
É o segundo grande aspecto da Deusa Vênus/Afrodite, senhora da abundância. Indica relações de amor assim como fertilidade de idéias e criatividade. Com ela se apresentam a consciência feminina, a generosidade, o brilho e os sentimentos positivos.

O Imperador
Preocupação com  o poder e sua origem, em como obtê-lo e como usá-lo. O tipo de poder que esta lâmina representa caso seja matriarcal é uma mistura de espiritualidade e ação. As pessoas que a obtenham se sentem atraídas pela idéia de retomar estudos, passar em concursos públicos. 

O Hierofante
Uma lâmina patriarcal permeada de seriedade; assuntos legais não necessariamente perante tribunais; assinaturas de documentos legais tais como sociedades; às vezes casamentos mas apenas no aspecto legal; não é uma boa influência para a mulher.

Os Amantes
Superação de obstáculos; harmonia, inclusive no que tange a novas relações de amor. Tais relações são sempre entre iguais.

O Carro
Força interior em equilíbrio; enfrentar uma batalha com a promessa de vitoria; possui a energia de Sagitario; atividades que requerem muito movimento. A pessoa que obtêm esse Arcano é por demais centrada e individualista.


Mais adiante serão publicadas as partes 2 e 3 deste texto.

Tarot e Dianismo 2




Motherpeace Tarot - foto: Luciana Onofre




Comecei uma serie de 3 textos sobre como é visto o Tarot pelo prisma do Dianismo Feminista, o primeiro você pode ler no meu blog sobre Tarot: Taroteando.  Ali acessando há no primeiro parágrafo uma breve explicação sobre a dinâmica do Tarot pelo Dianismo.

Aqui agora, o texto 2. Em breve o 3 =)




 [tradução: Luciana Onofre]


A Força

Representada pela Deusa Cibele, Rainha do Verão. Ela amansa os leões selvagens, controla as situações com a força  da sua mente e possui influências nas coisas; em especial benfazeja quando o inimigo advém do patriarcado. Esta carta promete a realização de desejos e vontades.


O Eremita

Um Arcano do signo de Virgem, e deveria mostrar aqui a uma mulher, simboliza o guia espiritual interior manifestado mediante atrações e repulsas; há de seguir o consulente sempre guiado pela intuição. Quando ela surge é augúrio de sonhos complexos. Indica analise, criatividade, intuição e liderança. Seus efeitos possuem repercussão prolongada.

A Roda da Fortuna

Uma mudança kármica para melhor, um novo rumo e uma nova vida para o consulente; ações positivas estão predestinadas a acontecer; descanse e deixe que as coisas aconteçam por sí mesmas. Grandes movimentos: mudanças de rumo, de metas pessoais, e inclusive de crenças, mas tudo sempre de forma positiva.


A Justiça

Aqui a Deusa Themis. Ela como aquela que emana a Justiça. Ela não possui venda sobre seus olhos. Indica a conclusão de assuntos importantes, legais, sempre perante tribunais. Fim de uma luta com resultado justo. Ela indica o final de disputas e inseguranças.


O Dependurado

É uma carta de caráter introspectivo, interior. A mente em processo de mudanças radicais. Acontece quando a ultima peça do quebra-cabeças surge e a mulher experimenta uma epifania esclarecedora. Sempre antecede a uma mudança externa importante; todos precisamos deste tipo de iluminação.


A Morte

Morte de antigos hábitos, modo de vida ou uma relação. Apenas quando cercada de espadas significa a morte física de uma pessoa. Algo morre para que algo tome seu lugar. Via de regra significa uma mudança radical na vida em muitos aspectos. É uma carta positiva, as mulheres não deveriam temê-la. 


A Temperança

Organização psíquica superior, um lugar para se encontrar; capacidade para ser ativa e equilibrada interiormente. Criatividade; excelente para artistas e sacerdotisas.


Na próxima seqüência: O Diabo, A Torre, A Estrela, A Lua, O Sol, O Julgamento, O Louco,  O Mundo e quem sabe mais adiante os Arcanos Menores ;)




Sempre grata,


Luciana Onofre



Fonte: El Poder Mágico de las Mujeres. ZZ Budapest. Ediciones Robin Book. 1995. pgs.
 220/221.

Sempre grata,

Luciana Onofre



Fonte: El Poder Mágico de las Mujeres. ZZ Budapest. Ediciones Robin Book. 1995. pgs.
 220/221.

6 comentários:

  1. LINDO!!!
    Perfeito para leituras com MotherPeace.
    amei amei amei.
    =*******

    ResponderExcluir
  2. É uma visão diferenciada, gostei!

    ResponderExcluir
  3. É algo que eu nunca havia pensado, diferente. Adorei!

    ResponderExcluir
  4. Obrigada queridas, pela visita e apreciação =)

    ResponderExcluir
  5. pooooxa, cade a parte 2?
    Fiquei esperando para ler A Estrela, A Lua e O Mundo...
    abraços.

    ResponderExcluir
  6. Martina a parte 2 publiquei hoje aqui:

    http://divinnare.blogspot.com/

    =)

    ResponderExcluir

impressões de leitura

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...