terça-feira, 19 de abril de 2011

Para esta Lua Cheia uma leitura a la "Divinare Club"




para onde vou

quem pauta

de onde parto




Este 8 de Ouros:  Um momento de inspiração e criatividade; indo um pouco além há nele [partindo duma leitura de encarar este arcano menor como meu instante do meu hoje imediato, de onde parto nesta Lunação, jogada by Pietra], um aviso sobre ser meu instante para empreender ciclos, trabalhos e projetos coroados pela certeza de que me darão frutos bons,  reconhecidos! 

Isso se eu souber me auto-gerenciar com disciplina, me atendo ao que já pauta os caminhos que trilho, aquele dar valor à tradições, ao que veio antes de mim.


Este Cavalheiro de Paus: Momento para exercer meu "jogo de cintura" associado a uma energia e gana para enfrentar meu mundo... Ele grita: momento de valor, de ir em frente, de bradar ao vento: vitórias!

Este arcano me fala ao ouvido: Ouse... [na mesma linha de leitura esta carta indica para onde vou].


Coroando tudo há este Dependurado... ao meu ver gracioso aqui... e me entendo neste deck [o Housewives]  como aquela que pendura, e o Dependurado seriam as coisas que eu devo distanciar e analisar, então é o momento não de sacrifício/sacrificar, mas sim de mensurar, esperar, refletir... 

Indo como sempre mais além, direi como entendo aqui esta carta "também": ela me fala de um recolhimento afim de colocar em dia meu poder espiritual, meu poder como individuo que crê em outras coisas que falam da minha fé e prática mágica...


Ontem passei o dia nessa reflexão; quando ficamos ao menos um dia dando uma de Eremita quanto a tudo, [e eu em particular exerço essa atitude ao me entregar às linhas e ao tecer], muitas coisas surgem em rompantes imperiosos, imperativos.


As coisas começam a sinalizar suas casas, as pessoas e eventos se mostram de forma mais clara, quando permitimos o momento de mensurar, de refletir...



Nessas minhas elucubrações me dei conta de como muitas pessoas uma vez percebendo que obtiveram de você o que queriam ou desejavam você fizesse, passam a um estágio de "placidez", uma placidez que eu vejo como algo assim: consegui? então pronto, deixa de lado...  Mas isso, essa reflexão apenas confirmou uma outra leitura, de uma outra Lunação, a anterior a esta.


Eu amo o que o Tarot me diz, amo o que ele me anúncia, amo o que ele me permite ver e entrever...


Amo as conexões que por meio dele eu obtive e mantenho, alimento e sou grata... Pessoas que falam a mesma linguagem do Tarot, e que valorizam de forma similar o que para mim possui peso.


Elas, as pessoas, de forma permanente são minhas "tags/marcadores" desta postagem. 
[Ana Paula Spíndola, Kel, Pietra, Nath Prado, Osanir; Siusi, ]




Sempre grata,



Luciana Onofre




4 comentários:

  1. Eu tinha escrito um mega comentario, sò nao sei onde foi parar =(

    Estava escrito que esse cavaleiro ai me deu altos insighs aqui, como se o pendurado leva-se essa bicicletinha do cavaleiro para um caminho inesperado, que voce nao estava pensando, e por ser fogo lhe trara algo bom!
    =)

    Fico muitoo feliz de estar tagada aqui amore
    Como gosto dessa muiè viu gente!!

    Mil bjs amore mio!
    E otima lunaçao a todoas nòs!!

    ResponderExcluir
  2. Esse Cavaleiro vem com tudo!! E só vejo coisas boas nessa lunação ^^

    Adorei a tag... hiihihi

    Bjs
    TA

    ResponderExcluir
  3. Márcia eu e meu marido somos apaixonados por ele!

    ResponderExcluir

impressões de leitura

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...